Dia Internacional da Mulher

Olá, Amigos do Sosprofessoratividades.com é muito bom ter vocês aqui. Este arquivo foi planejado para as turmas do 4º e 5º anos do ensino fundamental.

Você sabe por que dia 8 de março é o Dia Internacional da Mulher? Esta atividade é muito interessante, ela, que possui três páginas, é composta de um texto histórico e questões de interpretação. Há sempre uma boa discussão sobre o assunto. Debata com a turma o que é direito e deveres de cada um. Homens, mulheres, crianças, alunos, professores etc.

Fico feliz com sua visita, volte sempre.

Atividades

Esta atividade faz parte da subcategoria Mulher, onde temos diversas atividades voltadas para o tema que é muito importante na nossa sociedade, para por fim a desigualdade, a misoginia, e mostrar o nós mulheres conseguimos através do tempo. A gama de material é muito rica, vale a pena consultar, pois alguns exemplos de atividades em nossas coleções que podem te ajudar na preparação de sua aula.

Temos também uma coleção de imagens no Mulher – Pinterest.

Nossa intenção é ajudar com temas que prendam a atenção do aluno na matéria. Gostando, compartilhe a atividade.

Você encontra outra atividade com esse tema em:

Mulher – SOS Professor Atividades

Dia Internacional da Mulher, diga NÃO à violência! – SOS Professor Atividades

Mulher Maravilha – SOS Professor Atividades – 4º e 5º ano

Dia da mulher – 08 de março – SOS Professor Atividades

Você pode compartilhar, em suas redes sociais, os dados ou o link do Blog ou da postagem, como também, e se for permitido em sua escola, os resultados alcançados com sua turma. No final da postagem, há deixamos o link para ser copiado e compartilhado.

Nosso objetivo é ajudar e caso queira fazer um comentário, utilize o espaço apropriado no final de cada POST.

O fato histórico

Em fevereiro de 1909, mais de 15 mil trabalhadoras marcharam em Nova York para chamar a atenção dos donos das fábricas – naquela época, elas chegavam a trabalhar mais de 16 horas por dia, seis dias por semana, inclusive aos domingos.

instagram art4
Dia da Mulher (Ilustração: Bernardo França)

As histórias que remetem à criação do Dia Internacional da Mulher alimentam o imaginário de que a data teria surgido a partir de um incêndio em uma fábrica têxtil de Nova York em 1911, quando cerca de 130 operárias morreram carbonizadas. Sem dúvida, o incidente ocorrido em 25 de março daquele ano marcou a trajetória das lutas feministas ao longo do século 20, mas os eventos que levaram à criação da data são bem anteriores a este acontecimento.

Desde o final do século 19, organizações femininas oriundas de movimentos operários protestavam em vários países da Europa e nos Estados Unidos. As jornadas de trabalho de aproximadamente 15 horas diárias e os salários medíocres introduzidos pela Revolução Industrial levaram as mulheres a greves para reivindicar melhores condições de trabalho e o fim do trabalho infantil, comum nas fábricas durante o período.

O primeiro Dia Nacional da Mulher foi celebrado em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando cerca de 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou, em novembro de 1909, em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas americanas.

Em 1910, durante a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas na Dinamarca, uma resolução para a criação de uma data anual para a celebração dos direitos da mulher foi aprovada por mais de cem representantes de 17 países. O objetivo era honrar as lutas femininas e, assim, obter suporte para instituir o sufrágio universal em diversas nações.

Com a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) eclodiram ainda mais protestos em todo o mundo. Mas foi em 8 de março de 1917 (23 de fevereiro no calendário Juliano, adotado pela Rússia até então), quando aproximadamente 90 mil operárias manifestaram-se contra o Czar Nicolau II, as más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra – em um protesto conhecido como “Pão e Paz” – que a data se consagrou, embora tenha sido oficializada como Dia Internacional da Mulher, apenas em 1921.

Somente mais de 20 anos depois, em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 1960, o movimento feminista ganhou corpo, em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o “8 de março” foi reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas.

“O 8 de março deve ser visto como momento de mobilização para a conquista de direitos e para discutir as discriminações e violências morais, físicas e sexuais ainda sofridas pelas mulheres, impedindo que retrocessos ameacem o que já foi alcançado em diversos países”, explica a professora Maria Célia Orlato Selem, mestre em Estudos Feministas pela Universidade de Brasília e doutoranda em História Cultural pela Universidade de Campinas (Unicamp).

No Brasil, as movimentações em prol dos direitos da mulher surgiram em meio aos grupos anarquistas do início do século 20, que buscavam, assim como nos demais países, melhores condições de trabalho e qualidade de vida. A luta feminina ganhou força com o movimento das sufragistas, nas décadas de 1920 e 30, que conseguiram o direito ao voto em 1932, na Constituição promulgada por Getúlio Vargas.

A partir dos anos 1970 emergiram no país organizações que passaram a incluir na pauta das discussões a igualdade entre os gêneros, a sexualidade e a saúde da mulher. Em 1982, o feminismo passou a manter um diálogo importante com o Estado, com a criação do Conselho Estadual da Condição Feminina em São Paulo, e em 1985, com o aparecimento da primeira Delegacia Especializada da Mulher.

Texto de Paula Nadal 

Amostras

As amostras são imagens da atividade “Dia Internacional da Mulher” para mostrar como eles são.

Logo abaixo temos o botão “Clique na imagem para baixar a atividade em PDF”, para quem quiser baixar no seu computador a atividade.

Quer compartilhar?

Compartilhe o link. Obrigada♥

dígrafos

https://sosprofessoratividades.com/dia-internacional-da-mulher/

Aviso de propriedade

Todos os direitos reservados ao @sosprofessoratividades.com.

É proibido distribuir, reproduzir ou vender este material por qualquer meio, seja eletronicamente ou impresso, bem como reivindicá-lo como seu e tentar modificar ou remover avisos de direitos autorais, logotipos ou marcas d’água, uma vez que é protegido por direitos autorais.

O não cumprimento é uma violação da Lei de Direitos Autorais, nº 9.610/98, e pode ter consequências legais.

Clique na imagem para baixar a atividade em PDF

Dia Internacional da Mulher

ATENÇÃO!

Caso esteja baixando via celular, talvez seja necessário fazer
login em sua conta do Google.
Baixando através de um computador não é necessário fazer login.

Habilidades da BNCC:

(EF01HI08) Reconhecer o significado das comemorações e festas escolares, diferenciando-as das datas festivas comemoradas no âmbito familiar ou da comunidade.

(EF15LP03) Localizar informações explícitas em textos.

(EF35LP03) Identificar a ideia central do texto, demonstrando compreensão global.

(EF35LP04) Inferir informações implícitas nos textos lidos.

(EF35LP05) Inferir o sentido de palavras ou expressões desconhecidas em textos, com base no contexto da frase ou do texto.

(EF04LP03) Localizar palavras no dicionário para esclarecer significados, reconhecendo o significado mais plausível para o contexto que deu origem à consulta.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui