Tiro ao Alvaro

Tiro ao Álvaro

A atividade Tiro ao Álvaro – é inspirada na música Tiro ao Álvaro de Adoniran Barbosa. Com esta atividade procuro trabalhar com os alunos a diferença entre a linguagem culta e informal, o uso do dicionário e interpretação do texto.

Você também pode estar interessado em ver mais atividades:

Sosprofessoratividades – Interpretação de texto

Sosprofessoratividades – Música

Nos acompanhe também no nosso Pinterest  vendo nossas atividades, e  no blog em alguma atividade de seu interesse pesquise no “O que você procura?”.

Atividades relacionadas em:

A música: Tiro ao Álvaro

De tanto levar frechada do teu olhar…
De tanto leva frechada do teu olhar
Meu peito até parece sabe o que?
Taubua de tiro ao Álvaro
Não tem mais onde furar (não tem mais)
De tanto leva frechada do teu olhar
Meu peito até parece sabe o quê?
Taubua de tiro ao Álvaro
Não tem mais onde furar
Teu olhar mata mais do que bala de carabina
Que veneno estriquinina
Que pecheira de baiano
Teu olhar mata mais que atropelamento de automóver
Mata mais que bala de revórver
De tanto leva frechada do teu olhar
Meu peito até parece sabe o quê?
Taubua de tiro ao Álvaro
Não tem mais onde fura, não tem mais
De tanto leva frechada do teu olhar
Meu peito até parece sabe o quê?
Taubua de tiro ao Álvaro
Não tem mais onde furar
Teu olhar mata mais do que bala de carabina
Que veneno estriquinina
Que pecheira de baiano
Teu olhar mata mais que atropelamento de automóver
Mata mais que bala de revórver
Ah, rá-lá-rá-lá-rá-lá!
Lê-lê-rê-lê-lê-ê!
Aiá, rá-lá-rá-lá-rá-lá-lá-lá-iá!
Ê-rê-rê-rê-rê-ê!
Ah, lá-rá-lá-rê-rê-lê-lê-lê-lê-rê-rê!
Ah, rá-lá-rá-lá-rá-lá-lá-lá-aê!
Compositores: Barbosa Adoniran / Moles Oswaldo

Adoniran Barbosa

Adoniran Barbosa, nome artístico de João Rubinato (Valinhos, 6 de agosto de 1912 – São Paulo, 23 de novembro de 1982), foi um compositor, cantor, humorista e ator brasileiro. Representava em programas de rádio diversas personagens, entre as quais, Adoniran Barbosa, que acabou por se confundir com seu criador dada a sua grande popularidade. Adoniran ficou conhecido nacionalmente como o pai do samba feito em São Paulo.

O seu primeiro sucesso como compositor vira canção muito conhecida nas rodas de samba, das casas de espetáculo: “Trem das Onze“. É bem possível que todo brasileiro conheça, senão a música inteira, ao menos o estribilho, que se torna intemporal. Adoniran alcança, então, o almejado sucesso que, entretanto, dura pouco e não lhe rende mais que uns minguados trocados de direitos autorais.

A música, que já havia sido gravada pelo autor em 1951 e não fizera sucesso ainda, é regravada novamente pelos “Demônios da Garoa”, conjunto musical de São Paulo (esta cidade é conhecida como a terra da garoa, da neblina, daí o nome do grupo). Embora o conjunto seja paulista, a música acontece primeiramente no Rio de Janeiro, com sucesso retumbante.

Numa de suas noitadas, de fogo, perde a chave de casa e não há outro jeito senão acordar Matilde, sua segunda esposa, que se aborrece. O dia seguinte foi repleto de discussão. Entretanto, Adoniran é compositor e dando por encerrado o episódio, compõe o samba Joga a Chave.

Principais canções:

  • 1951 – Malvina
  • 1951 – Saudosa maloca
  • 1952 – Joga a chave
  • 1953 – Samba do Arnesto
  • 1955 – As mariposas
  • 1956 – Iracema
  • 1956 – Apaga o fogo Mané
  • 1958 – Bom-dia tristeza
  • 1959 – Abrigo de vagabundo
  • 1959 – No morro da Casa Verde
  • 1960 – Prova de carinho
  • 1960 – Tiro ao Álvaro
  • 1964 – Luz da light
  • 1964 – Trem das Onze
  • 1964 – Trem das Onze com Demônios da Garoa
  • 1965 – Agüenta a mão
  • 1965 – Samba italiano
  • 1965 – Tocar na banda
  • 1965 – Pafunça
  • 1967 – O casamento do Moacir
  • 1968 – Mulher, patrão e cachaça
  • 1968 – Vila Esperança
  • 1969 – Despejo na favela
  • 1972 – Acende o candeeiro
  • 1975 – Fica mais um pouco, amor

 

Vídeo

Amostras

Quer compartilhar? Compartilhe o link.
Obrigada

Clique no quadro para baixar a atividade

Tiro ao Álvaro
Todas as letras da senha são Maiúsculas.♥

ATENÇÃO!
Caso esteja baixando via celular, talvez seja necessário fazer
login em sua conta do Google.
Baixando através de um computador não é necessário fazer login.

8 COMENTÁRIOS

    • Elisa, muito obrigado!! Algumas postagens estão apresentando este tipo de problema. Mas já corrigimos. Caso você goste do resultado em sala de aula, publique aqui e em sua rede social. Um Grande abraço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui