15 junho, 2024
Mais

    Vocabulário Indígena

    2
    Vocabulario indigena

    Vocabulário Indígena

    Que bom ter você aqui!

    O Vocabulário Indígena faz parte do nosso cotidiano. Como por exemplo: carioca, mingau, peteca e muitas outras palavras.

    Primeiramente, nesta atividade busco unir o lúdico ao teórico, o prazer de aprender e escrever pequenas frases utilizando novos vocábulos.

    Os povos indígenas, primeiros habitantes do território do Brasil, nos influenciam até hoje. Muito da culinária, vocabulário e hábitos indígenas fazem parte do nosso cotidiano!

    Em nossa cozinha há vários hábitos e costumes da cultura indígena, como a utilização da mandioca e derivados como por exemplo: farinha de mandioca e polvilho. Outros alimentos de origem indígena são: milho, palmito, batata e inhame. O costume de nos alimentarmos com peixes, frutos do mar e carne de caça também é uma herança indígena. Isso tudo, sem falar nas frutas, como cupuaçu, graviola, açaí, caju e buriti, que são muito consumidas por esses povos e por nós.

    Do mesmo modo, se formos pensar… Quem nunca tomou um chazinho pra dor de barriga?
    O uso de plantas medicinais é uma das práticas indígenas de cura, derivados de ervas medicinais, são muito populares no Brasil. Outro hábito que está tão enraizado em nós é o banho diário, os europeus tomavam banho raramente, enquanto os indígenas se banham nos rios diariamente.

    E se deitar gostosamente em uma rede?
    A rede é a cama dos indígenas. O costume de deitar-se na rede é muito comum nas regiões norte e nordeste, mas encontramos redes em todas as regiões do Brasil.

    Bem como, as lendas e mitos que continuam presente no folclore brasileiro. As histórias do folclore são passadas de geração para geração e costumam carregar mensagens importantes. Os mitos indígenas mais conhecidos contam a história de seres fantásticos, como Curupira, Saci-Pererê, Boitatá e Iara. As músicas e danças folclóricas e as festas populares indígenas fazem parte da cultura brasileira, influenciando as manifestações artísticas de diversas regiões do país.

    Todavia, ainda temos muito a aprender com os povos indígenas. Eles têm um enorme respeito e conhecimento sobre a natureza. E utilizavam esse conhecimento na hora do plantio e colheita, usavam a posição dos astros para o calendário agrícola, sabendo assim, a época certa do plantio de cada alimento. Hoje em dia, existem satélites e computadores que ajudam bastante nessa tarefa, mas nas tribos mais afastadas, essa tecnologia ainda não chegou.

    Definitivamente, não é apenas o vocabulário indígena. É muito mais que isso, é uma importante influência cultural que está mais presente em nossas vidas do que imaginamos.

    Veja abaixo, algumas palavras do vocabulário indígena.

    Palavras que vêm das línguas indígenas

    O tupi foi a língua mais falada no Brasil até o século XVIII. Em 1758, foi legalmente proibido de ser utilizado em estabelecimentos de ensino e em órgãos públicos. Mais de dois séculos foram suficientes para o português incorporar várias palavras do tupi, principalmente as designativas de elementos do universo indígena, tais como lugares, rios, plantas e animais.
    Capivara

    Veio do tupi kapii’gwara, palavra formada de ka’pii, capim + gwara, comedor.

    Carioca

    Veio do tupi kari’oka, que significava casa (oka) do homem branco (kari).

    Catapora

    Veio do tupi tata’pora, palavra formada de ta’ta, fogo + ‘pora, que brota. Os dicionários registram a forma tatapora. O povo, sabe-se lá por que, preferiu dizer catapora, forma também dicionarizada.

    Catupiry

    O queijo cremoso foi criado em 1911, em Lambari (MG), pelo imigrante italiano Mário Silvestrine. A palavra escolhida para sua marca veio do tupi catupiri, que quer dizer “excelente”.

    Guanabara

    Veio do tupi goanã-pará, baía ou golfo abrigado, formado de gwa, baía + nã, semelhante + ba’ra, mar.

    Jaú

    O nome da cidade paulista e do rio vieram do nome do peixe, jaú, por sua grande quantidade na desembocadura do rio no Tietê.  E o nome do peixe veio do tupi ya’u, aquele que devora.

    Mingau

    Veio do tupi minga’u, comida que gruda.

    Muamba

    Veio do quimbundo muhamba, que era um cesto comprido usado para transportar cargas em viagem.

    Nhe-nhe-nhem

    Veio do tupi nheem, falar. No Brasil do século XVI, os portugueses, espantados com o falatório interminável dos índios tupis, usaram três vezes a palavra “falar” em tupi e fizeram nhe-nhe-nhem, que literalmente quer dizer “falar, falar, falar”.

    Paraíba

    Do tupi pa’ra, rio + a’iba, ruim, não navegável.

    Perereca

    Veio do tupi pere’reka, que significa “indo aos saltos”.

    Peteca

    Veio do tupi pe’teka, bater com a palma da mão.

    Pindaíba

    Pindaíba é uma espécie de planta. Seu nome veio do tupi pinda’ïwa, formado de pi’nda, anzol + ‘ïwa, vara, já que os indígenas usavam a planta como caniço. Dessa forma, a expressão estar na pindaíba significa “estar na miséria”, como se a pessoa dispusesse apenas de uma vara de pescar para sobreviver.

    Pororoca

    Veio do tupi poro’roka, estrondo.

    Tocaia

    Veio do tupi to’kaya, casinha ou cercado onde o indígena se escondia para surpreender um inimigo ou uma caça.

    Tamanduá

    Veio do tupi tá-monduá, caçador de formigas, que é o que ele come. O tamanduá, tadinho, é desdentado.

    Fonte: G1.globo.com

    Fico grata por sua visita.

    Acompanhe o blog, sempre posto atividades idealizadas para auxilia sua prática pedagógica.

    Atividades

    Temos várias atividades sobre o povo Indígena que você pode utilizar como atividades complementares, sabendo que cada uma delas contribui para a melhor compreensão da outra. Nossas coleções estão relacionadas para lhe trazer uma variedade de opções de atividades.

    Há alguns exemplos de atividades em nossas coleções que podem te ajudar na preparação de sua aula.

    Atividades relacionadas em:

    História do Brasil – SOS Professor Atividades

    Pinterest – Brasil – Indígenas

    Papa-Capim em: Uma terrível pintura de guerra

    Índio da multiplicação

     

    A incrível MITOLOGIA INDÍGENA BRASILEIRA!

    A mitologia indígena brasileira é imensamente rica e com deuses tão poderosos e legais que não ficam devendo nada para as outras mitologias que existem por aí! Vamos conhecer alguns dos deuses brasileiros?

     

    Créditos:

    DIREÇÃO E ROTEIRO: Mike Ale
    ANIMAÇÃO: Coletivo Gueri Gueri
    NARRAÇÃO: Renan Pagliarusi
    SONORIZAÇÃO: Pablo Mello
    ARTE DA THUMB: Vanessa Velozo e Fernando Perazzoli
    ARTE: Lucas Alves dos Santos
    FINALIZAÇÃO: Matheus Zimmer

     

     

    Amostras

    A amostra é uma imagem da postagem “Vocabulário Indígena”. logo abaixo temos o botão “Clique na imagem para baixar o arquivo em PDF”.

     

    Vocabulario indigena

    Valorizamos a participação ativa da nossa comunidade e estamos ansiosos para receber seus comentários, sugestões e contribuições, pois acreditamos que juntos podemos construir uma comunidade inclusiva e colaborativa. Sugerimos que utilize o espaço apropriado no final de cada POST para os comentários que ache pertinente.

    Você pode compartilhar em suas redes sociais os dados ou o link do Blog ou da postagem que lhe agradar, como também, e se for permitido em sua escola, os resultados alcançados com sua turma. No final da postagem, deixamos o link para ser copiado.

    Lembre-se que clicando em qualquer uma das TAG no final da postagem, você é direcionado para todas as publicações ativas do site que tratam do mesmo assunto. FAÇA UM TESTE.

    Quer compartilhar?

    Compartilhe o link. Obrigada♥

    consciência negra

    https://sosprofessoratividades.com/vocabulario-indigena/

     

    Aviso de propriedade

    Todos os direitos reservados ao @sosprofessoratividades.com.

    É proibido distribuir, reproduzir ou vender este material por qualquer meio, seja eletronicamente ou impresso, bem como reivindicá-lo como seu e tentar modificar ou remover avisos de direitos autorais, logotipos ou marcas d’água, uma vez que é protegido por direitos autorais.

    O não cumprimento é uma violação da Lei de Direitos Autorais, nº 9.610/98, e pode ter consequências legais.

     

    Clique na imagem para baixar o arquivo em PDF

    Vocabulário Indígena

    ATENÇÃO!
    Caso esteja baixando via celular, talvez seja necessário fazer
    login em sua conta do Google.
    Baixando através de um computador não é necessário fazer login.

     

    Habilidades da BNCC:

    (EF04GE01) Selecionar, em seus lugares de vivência e em suas histórias familiares e/ou da comunidade, elementos de distintas culturas (indígenas, afro-brasileiras, de outras regiões do país, latino-americanas, europeias, asiáticas etc.), valorizando o que é próprio em cada uma delas e sua contribuição para a formação da cultura local, regional e brasileira.

    (EF03LP07) Identificar a função na leitura e usar na escrita ponto final, ponto de interrogação, ponto de exclamação e, em diálogos (discurso direto), dois-pontos e travessão.

    2 COMENTÁRIOS

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui
    Captcha verification failed!
    Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.